Oficinas em Belém capacitam frigoríficos e varejistas a aprimorar atuação pela sustentabilidade da pecuária


 

O programa Boi na Linha, parceria entre o Ministério Público Federal (MPF) e a associação Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora), vai promover em Belém oficinas para capacitar empresas a aprimorar a atuação em defesa de uma cadeia econômica da pecuária na Amazônia que respeite a legislação socioambiental.

As oficinas são voltadas a dois públicos-alvo. Para representantes de frigoríficos, a capacitação é relativa ao Protocolo de Auditoria dos Compromissos da Pecuária na Amazônia, e será realizada nesta terça-feira (9). Para varejistas, o tema é o Guia de Elaboração da Política de Compras da Carne Bovina do Varejo, e o treinamento será na quarta-feira (10).

Treinamentos como esses já foram realizados em Rio Branco (AC), Manaus (AM), Marabá (PA) e Santarém (PA). Depois de Belém é a vez de São Paulo (SP), no dia 18, e de Cuiabá (MT), nos dias 23 e 24 deste mês. Porto Velho (RO) vai sediar oficinas em 30 de novembro e 1º de dezembro, e Rio Branco (AC) terá novo evento em 1º de dezembro.

Saiba mais – Estabelecida em Termos de Ajuste de Conduta (TACs) propostos pelo MPF a partir de 2009 e em compromissos que algumas empresas desde então assumiram perante a sociedade, a atuação em favor da sustentabilidade da pecuária destaca a necessidade do controle da origem da matéria-prima.

O cumprimento da legislação evita que sejam comercializados itens com matéria-prima proveniente, por exemplo, de áreas com desmatamento ilegal, grilagem, trabalho escravo, invasões a unidades de conservação e a terras indígenas e quilombolas, ou sem regularização ambiental ou fundiária.

Boi na Linha – O Boi na Linha é um programa e plataforma para transparência na cadeia de valor da carne. A iniciativa pode ser conhecida e acompanhada pelo site www.boinalinha.org.

Fonte: MPF