Agente penitenciário é morto com 10 tiros

O agente penitenciário, Valdileno Rodrigues Alves, 42 foi executado, no final da tarde desta quinta-feira, 18, com ao menos 10 tiros na cabeça. O crime aconteceu em frente sua residência, em Icoaraci, quando segurava seu filho no colo.  Alves era lotado no CTM1 - Central de Triagem Metropolitana, em Santa Izabel.

Segundo fontes, a ordem para execução de agentes penitenciários lotados em Americano, região metropolitana de Belém teria partido da cúpula do Comando Vermelho, em retaliação ao último confronto entre presos no CRPP2 e agentes penitenciários. Dois presos ligados ao CV foram mortos no confronto.

Com a saída da Força Nacional de Segurança dos presídios paraenses, o CRPP 2, onde abriga presos do CV, voltou a virar um barril de pólvoras.

Reunião – Segundo fontes, foi realizada uma reunião entre agentes penitenciários essa semana, onde os mesmos pedem a saída do diretor do CRPP 2, capitão Valim.

“O diretor está perseguindo funcionários realizando transferências sem ao menos consultar os funcionários”, destacou fontes do Pará Notícias.

Foto: Divulgação