Justiça decreta prisão de vereador por atropelamento e morte

Pai e filha foram as vítimas; a criança morreu, em Igarapé-Açu

 

 

O juízo da Comarca de Igarapé-Açu decretou a prisão preventiva do vereador de Castanhal, José Janildo Sousa do Nascimento, conhecido popularmente como Mirandinha. Ele é acusado de atropelar, sob o efeito de bebida alcoólica, duas pessoas. Uma das vítimas, uma menina de 6 anos, morreu no local. Após o atropelamento, o vereador fugiu do local sem prestar socorro. José foi preso na noite de segunda-feira, 10, na Vila São Luis da cidade.

A prisão preventiva foi decretada à meia-noite de segunda-feira pelo juiz Cristiano Magalhães Gomes, ao levar em consideração que, além do indício de autoria e materialidade, o vereador se evadiu do distrito da culpa. “Não há dúvida que o crime é de repercussão no município, pela pequena vítima que faleceu no evento, justamente no dia dos pais”.

Em decisão, o magistrado afirmou que “a fuga do acusado do local, sem prestar socorro e a impossibilidade de localização dele, que seria vereador no município de Castanhal, ou seja, fora do distrito da culpa, demonstra que o mesmo não tem interesse em reduzir as consequências do ato que, supostamente, teria cometido. Vislumbro ainda, que administrativamente o veículo que era conduzido pelo acusado possui diversas multas de trânsito por excesso de velocidade, demonstrando que é contumaz no desrespeito às leis, em especial, na direção de veículo automotor, vindo tais situações desembocar nos fatos de hoje”. De acordo com os autos, o veículo está com licenciamento atrasado e várias multas.

O atropelamento aconteceu quando Evandro Silva Gomes e sua filha de seis anos caminhavam pela estrada da Vila Cury, cerca de 13km da sede de Igarapé-Açu. Evandro teve fratura no braço, no entanto, a criança sofreu fratura craniana e não resistiu e morreu no local, sendo feita a ocorrência pela polícia e a remoção pela equipe do Instituto Médico Legal de Castanhal.

Fonte: TJPA