Militares do 26º BPM prendem acusados de atentado contra sargento

Equipes do 26º Batalhão de Polícia Militar (26º BPM), com sede na Ilha de Outeiro, prenderam os acusados de participar do atentado que vitimou o sargento Josivaldo Andrade da Silva.

Ainda na noite da terça-feira (14), os militares, após denúncias, chegaram a um dos suspeitos, identificado apenas com Wesley. Após investigações, foi constatado que Wesley é irmão de Yorran Ribeiro Messias, suspeito de participar diretamente do atentado. O suspeito levou os militares à casa de Yorran, porém ele já havia fugido. Na residência, foram encontradas munições de pistola, inclusive já deflagradas, um carregador do armamento e um aparelho celular.

Na manhã desta quarta-feira (15), após receberem denúncias anônimas sobre onde estariam escondidos os outros suspeitos, equipes do 26º BPM, do 10º Batalhão de Polícia Militar (10º BPM) e do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) deslocaram para o endereço indicado, no bairro da Água Boa. No local, encontraram Fernando Assis Cardoso Silva, conhecido por ‘Blade’, apontado como um dos responsáveis pelo crime.

Fernando Silva informou onde estaria escondida a arma utilizada na ação criminosa. Na residência, foram presos Eli Cristina Ribeiro da Conceição, Ricardo Barbosa Macedo e Marcilene do Socorro Barbosa Macedo. Uma pistola, calibre 380, também foi apreendida.

Ricardo Macedo ainda informou onde estava escondido uma quantidade de drogas, também no bairro da Água Boa. Os policiais encontraram, na casa indicada, trinta e oito papelotes de cocaína, quatorze tabletes de maconha, barrilha e pasta base de cocaína.

Os suspeitos, o armamento e as drogas foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Outeiro para a realização dos procedimentos cabíveis. Yorran Ribeiro Messias ainda continua foragido.

O Caso

Na noite desta terça-feira (14), por volta das 22h30, três homens armados se aproximaram da residência onde o policial militar morava e realizaram diversos disparos contra ele, que foi socorrido para a Unidade de Saúde em Outeiro, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

O sargento Josivaldo Andrade da Silva, 49 anos, residia na alameda Tropical, próximo à rua das Mangueiras, distrito de Outeiro. Estava na corporação há quase 28 anos, e atuava no Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) da PMPA, em Belém. (PM)