Polícia Civil prende integrantes de associação responsável por fraudes em empréstimos bancários

A Polícia Civil do Pará deflagrou, operação policial para prender um homem apontado como chefe de uma associação criminosa especializada em fraudes de empréstimos bancários em Belém. Bruno Rafael Fernandes Pereira é apontado como especialista na falsificação de documentos. A prisão foi realizada em flagrante, por policiais civis da Divisão de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), no momento em que ele tentava conseguir empréstimo de 20 mil reais em uma empresa de financiamentos da capital.

Ao ser preso, Bruno estava ao lado de Jurema de Araujo Paes com quem um documento falso, que seria usado no crime, foi apreendido. Segundo o delegado Ricardo Rosario, titular da DRFR, a prisão foi realizada após denúncias realizadas por representantes de Correspondentes Bancários e Financeiras.

A investigação apontou que Bruno cooptava pessoas, na maioria das vezes, idosas para, depois de realizada falsificação do seu documento de identidade, solicitar empréstimos a instituições financeiras, o que incide no crime de estelionato. O prejuízo das empresas já supera 100 mil reais, com vítimas em Belém e Castanhal.

Com o acusado, os policiais civis apreenderam diversos documentos de identidade falsos. Jurema de Araujo Paes é apontada como associada a Bruno Rafael. "Ela estava com documento falso tentando conseguir empréstimos na empresa financeira", explica o delegado Rosario. Os presos foram indiciados por estelionato, uso de documento falso e associação criminosa.